Loirinha

Sulino e Marrueiro


Já não sei mais com quem comparo
Oh! loirinha tua linda feição
O teu rosto parece uma rosa
Tua boca um pequeno botão

Se teu peito fosse uma grade
Oh! loirinha eu tenho a impressão
Que eu também virava um desordeiro
Pra ser um prisioneiro do teu coração
Condenado pro fim da vida
Para nunca ter livração

Vem a noite, eu deito na cama
Oh! loirinha e começo a pensá
Imaginando eu pego no sono
E dormindo eu começo a sonhá

Tenho visto tão direitinho
Oh! loirinha o seu jeito de olhá
Eu pelejo para chegar perto
Mas nunca dá certo de nós se encontrá
Com as pancada do meu coração
Eu acordo e começo a chorá

Tá gravado no meu pensamento
Oh! loirinha o teu lindo semblante
Esse teu olhar matadô
Esse teu jeitinho elegante

O teu sorriso tão lindo
Oh! loirinha é tão cativante
Até hoje eu não tive o prazer
De chegar conhecer uma outra imitante
Só se ainda tiver pra nascê
Outra estrela para ser tão brilhante

Apesar de eu ter na certeza
Oh! loirinha que eu não te mereço
Mas eu tenho para te dizer
Por te amar o quanto eu padeço

Eu pelejo pra disfarçá
Mas loirinha de vós não esqueço
Teu semblante não sai um momento
Do meu pensamento desde que eu te conheço
Mas enfim quem manda é a sorte
Essas coisa eu também reconheço

Inda resta para te dizê
Oh! loirinha uma grande verdade
Meu desejo maior nesse mundo
Era ter a felicidade

De te amar e ser correspondido
Com firmeza e lealdade
Se eu pudesse ter essa ventura
Linda criatura, eu matava a saudade
Que afoga este coração
Que te ama com sinceridade

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sulino e Marrueiro no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS