Página inicial > Sertanejo > S > Sulino e Marrueiro > Japonês Perverso

Japonês Perverso

Sulino e Marrueiro


O japonês nakamura
Veja que homem judeu
Com três anos de casado
Sua esposa faleceu
Deixando uma filhinha
Que o destino lhe deu
Ela estava com dois anos
Quando sua mãe morreu

Dali a bem pouco tempo
Novamente ele casava
Com uma cunhada sua
Que ele também amava
Por não gostar da criança
Ela sempre lhe falava
Pra dar um fim na menina
Senão lhe abandonava

Por todos dois serem perversos
Foi então que combinaram
Pra se livrar da menina
Veja só que praticaram
Construíram uma jaula
Num quarto escuro fechado
E a pobre japonesinha
Naquela jaula trancaram

Aquela pobre criança
Chorando sempre pedia
Querendo sair dali
Mas nem conta ele fazia
Uma migalha de água lhe dava
Somente uma vez por dia
E assim o tempo passava
E ninguém não desconfia

Só depois de doze anos
Que isso foi descoberto
Não parecia mais gente
Dava medo chegar perto
Cabelo e as unhas compridas
Que parecia mais certo
Um bicho daqueles feio
Criado lá no deserto

Esse japonês malvado
Ser queimado merecia
Pra pagar a judiação
Que fez com a própria filha
Essa história meus amigos
É uma voz que anuncia
Que o amor e o dinheiro
É a perdição das famílias

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sulino e Marrueiro no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS