Florisbela

Sulino e Marrueiro

Belezas Do Sertão


Florisbela é uma flor tão bonita
Por quem sempre eu tive paixão
Ela eu amarei toda a vida
Mesmo não tendo compensação

Porque ela de mim nem se lembra
Nem deseja recordação
Porque sou hoje um pobre aleijado
Cumprindo eu estou esta triste missão

Florisbela sei que já esqueceu
Os momentos feliz que passou
Quantas vezes seu amor sincero
Com firmeza para mim jurou

Mas a sorte foi tão traiçoeira
Para o guerra o país me mandou
Batalhando eu fiquei aleijado
Por essa razão eu perdi seu amor

Florisbela somente eu te peço
Porque não está longe o meu fim
Mesmo estando nos braços de outro
Você não se esqueça de mim

E no dia do seu casamento
Não me odeie por me ver assim
Ao descer a escada da igreja
Por piedade jogue uma esmola pra mim

(Pedro Paulo Mariano – Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: Zé Gregório

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sulino e Marrueiro no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS