Almas Tristes

Sulino e Marrueiro


Somos duas almas tristes
Que o destino fez encontrar
Somos dois coraçÔes solitårios
Que nĂŁo podem se consolar

É com pranto que brindamos
A nossa mĂĄgoa e a nossa desdita
Na vida somente encontramos
Os espinhos da sorte maldita

Seguindo estranhos caminhos
NĂłs dois sofremos a mesma dor
Porque nascemos um para o outro
E nĂŁo podemos gozar este amor

Maldizemos o destino
Grande culpado do nosso tormento
Porque sei que vivo em tua alma
E tu vives em meu pensamento

Seguiremos pelo mundo
Qual prisioneiro em triste degredo
Pagando com lĂĄgrimas de sangue
Nosso crime de amar em segredo

Seguindo estranhos caminhos
NĂłs dois sofremos a mesma dor
Porque nascemos um para o outro
E nĂŁo podemos gozar este amor

(Pedro Paulo Mariano – Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: Sulino

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Sulino e Marrueiro no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS