Página inicial > Sertanejo > S > Sula Miranda > Guarânia da Saudade

Guarânia da Saudade

Sula Miranda


Esta saudade que é de ti me alucina
Me desespera esta saudade me tortura
Silenciosa a ausência tua me ensina
A ler no livro desta solidão minha amargura

Quero que voltes como volta a primavera
E nos teus olhos traga todos os encantos que são teus
Quando voltares não digas nada e vai entrando
E te esperando estarão também todos os beijos meus

Mas não demores muito, não demores nada
Venhas ligeirinho, sejas camarada
Não demores muito, não demores nada
Venhas ligeirinho, sejas camarada


Quero que voltes como volta a primavera
E nos teus olhos traga todos os encantos que são teus
Quando voltares não digas nada e vai entrando
E te esperando estarão também todos os beijos meus

Mas não demores muito, não demores nada
Venhas ligeirinho, sejas camarada
Não demores muito, não demores nada
Venhas ligeirinho, sejas camarada

Compositor: Luiz Vieira

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sula Miranda no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS