Página inicial > Pop/Punk > S > Strike > Álbuns > Nova Aurora

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS

FOTOS

strike - Fotos
strike - Fotos

+17

- Fotos

Um ano e meio após o lançamento do disco de estréia, ?Desvio de Conduta?, o Strike tem motivos de sobra para comemorar: a banda faturou o último VMB na categoria Aposta MTV, está indicada como Banda Revelação e Hit do Ano no VMB deste ano; foi Revelação no Prêmio Multishow 2008; ganhou o 7º Prêmio Jovem Brasileiro como destaque na música brasileira como "melhor grupo de gênero po-rock"; o single "Paraíso proibido" foi tema da abertura de Malhação (TV Globo) na temporada 2008, teve dois singles emplacados nas principais rádios jovens do país e estão lançando agora o terceiro intitulado de "O jogo virou" que já é sucesso garantido nas principais rádios jovens e nos canais relacionados a música.

A turnê já contabiliza mais de 100 shows por todo o Brasil, passando por grandes festivais como o Ceará Music, o Festival de Verão de Salvador, o Pop Rock Brasil (em Belo Horizonte), o Festival da Mix, João Rock em Ribeirão Preto, Festival de Gramado no Sul, Festival Coca-cola Zero em Natal e esse ano fecha o ciclo de participações em todos os grandes festivais do maisntream com presença garantida.

Os clipes do Strike estão entre os mais executados do programa TVZ, do Multishow, sendo que o vídeo de "Paraíso proibido", ultrapassou a marca de três milhões de acessos no Youtube. No MySpace, o Strike também bomba: são quase 320 mil execuções. O que torna a banda um dos maiores fenômenos da internet - e além dela - no Brasil. Já está no ar o quarto clipe do Strike com a música ?O jogo virou?, sucesso imediato entre os fãs, que já podem aguardar pelo segundo álbum da banda previsto para ser lançado no início de 2009.

Formado aproximadamente há cinco anos por Marcelo Mancini (voz), Cadu (bateria), Fábio Perez (baixo), André Maini e Rodrigo Maciel (Guitarras), o Strike faz um punk hardcore melódico, com pitadas freqüentes de ragga muffin, hip hop e drum?n?bass. ?Temos o peso do punk, a melodia do pop, os scratches do rap e as batidas eletrônicas. Às vezes tudo em uma música só. O disco todo não tem a mesma sonoridade, mas a mesma atmosfera?, explica o vocalista Marcelo. As letras quase autobiográficas de Marcelo giram em torno do cotidiano jovem de uma maneira bem característica: diversão, noitadas, namoros, encontros, desilusões, festas e conquistas.

?Falamos do que vivemos, ás vezes de forma sarcástica, mas sempre com alto astral e positividade na mensagem. Sem choro?, explica o vocalista, deixando claro que o som do Strike é mais pra cima, diversão pura e que esse lance "muito meloso e emotivo não combina com a gente?, enfatiza.

O prêmio no VMB e a inclusão da música em Malhação, segundo Marcelo, tornaram-se divisores de águas para a banda: "Começamos a tocar mais em grandes festivais, os shows estão ficando muito cheios, triplicamos o número de apresentações, a banda ganhou mais notoriedade e respeito", celebra. Sinal dos tempos, o Strike alcançou popularidade na internet, antes de invadir o circuitão. A banda conhece bem o papel fundamental representado pela rede na nova ordem musical do planeta e pretende seguir priorizando o cd, sem abandonar a internet que é maior veículo de contato com os fans.

O sucesso da banda se consolida a cada dia. Prova disso foi o CD licenciado para o Japão, além da agenda cheia de shows e apresentações que não pára de crescer. Com direito a fãs alucinadas (os) superlotando as casas de espetáculo por onde a banda passa, grande marca da banda, são as performances ao vivo, que a destacam como a banda "com fortíssima presença de palco ao vivo" segundo o público e crítica e um dos melhores shows da atualidade no gênero.

Desta forma, não há mesmo como restar um só pino de pé no boliche do rock´n´roll. É Strike!

Fonte: Assessoria de Imprensa