• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • PLAY

    Encontrou algum erro na letra ou tradução? Colabore com a gente clicando nas frases abaixo ou enviando uma correção completa »
    When the Stillness Comes
    Blood was like paste on the walls
    Bodies lay lifeless like dolls
    A moment that felt like days
    Lives extinguished in a rage
    So nauseous I don't realize
    Incessantly feeding the flies
    In the moment of visceral haze
    The last thing you see are my crazed eyes
    The last thing you see are my eyes

    Fear lies beneath your facade
    In panic you scream for your God
    No way I'll ever abstain
    Blood falls from the ceiling like rain
    Patiently unleash my violence
    Ingesting the sweet sound of your silence
    In darkness this feeling I love
    To be covered in blood
    Blood from above

    This violence finally sets me free
    Brings demons back to torture me
    There's no god pulling at my strings
    I'm above all sorrow faith can bring
    Disengaged I see your face
    An adrenaline rush I can't replace
    Hands around your neck
    Your senses numb
    Staring into your eyes
    When the stillness comes
    Quando o Stillness Vem
    O sangue parece tinta na parede
    Corpos caídos sem vida como bonecos
    Um momento que parecia como dias
    Vidas extintas pela raiva interior
    Tão enjoado que não percebo
    Incessantemente criando mentiras
    Em um momento de ódio visceral
    Você verá por último meus olhos enloquecidos!
    A última coisa que você verá são meus olhos

    Há mentiras por trás de sua fachada
    Pânico, você grita para seu Deus
    Eu nunca irei evitar
    Sangue cai do teto como chuva
    Pacientemente alcanço minha violência
    Ingerindo o doce som do seu silêncio
    Na escuridão esse sentimento que amo
    De estar coberto de sangue
    Sangue de cima

    Essa violência finalmente me liberta
    Traz demônios de volta para me torturarem
    Não há Deus puxando minhas cordas
    Estou acima de toda tristeza que o destino trouxer
    Livre, eu vejo seu rosto
    Eu me viro e avanço, não posso evitar
    Mãos em volta do seu pescoço
    Seus sentidos adormecem
    Encarando seus olhos
    Quando o silêncio vier


    Letra enviada por Playlists Do Vagalume


    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Slayer

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.