Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • PLAY

    Encontrou algum erro na letra ou tradução? Colabore com a gente clicando nas frases abaixo ou enviando uma correção completa »
    Postmortem
    (Lyrics & Music - Hanneman)

    Funeral held for the depression of man
    Holds the key to his own death
    Entering a tomb of a corpse yet conceived
    Tighten the tourniquet around your neck

    Sifting away the debris of hated life
    Cold touch of death begins to chill your spine
    Seeking life beyond your perishment
    Repeating words echoing through your mind

    Chanting lines of blind witchery
    To save yourself from extinction
    Wanting to die is your reason to live
    New life born from the oppressed

    Taste your blood as it trickles through the air
    Another casualty beyond the shadows you fall
    Losing ground, the fate you feel it draws near
    Fatality, reality, you await the final call

    My sinful glare at nothing holds thoughts of death behind it
    Skeletons in my mind commence tearing at my sanity
    Vessels in my brain carry death until my birth
    Come and die with me forever
    Share insanity

    Do you want to die!

    The waves of blood are rushing near, pounding at the walls of lies
    Turning off my sanity, reaching back into my mind
    Non-rising body from the grave showing new reality
    What I am, what I want, I'm only after death
    Postmortem (tradução)
    Pós Morte

    Funeral preparado
    Para a depressão do homem
    Segurando a chave de sua própria morte
    Entrando numa tumba
    De um cadáver já concebido
    Aperte o torniquete
    Em volta do seu pescoço

    Peneirando as ruínas de sua vida de ódio
    O toque gelado da morte
    Começa a dar calafrios em sua espinha
    Procurando vida além do seu perecimento
    Repetindo palavras que
    Ecoam por sua mente

    Salmodiando versos de bruxaria cega
    Para salvar a si próprio da extinção
    O desejo pela morte é a sua razão de viver
    Nova vida nasce dos oprimidos

    Prove seu sangue
    Enquanto ele jorra pelo ar
    Outro infortúnio
    Além das sombras que você caiu
    Perda de controle
    Você pressente o destino se aproximando
    Fatalidade, realidade
    Você aguarda o chamado final

    Meu olhar pecaminoso para o nada
    Retém os pensamentos da morte atrás dele
    Esqueletos em minha mente
    Começam a rasgar minha sanidade
    Os vasos sangüíneos em meu cérebro
    Carregam a morte até meu nascimento
    Venha e morra comigo para sempre
    Insanidade compartilhada

    Você quer morrer!!!

    As ondas de sangue
    Estão fluindo rapidamente
    Se chocando contra um muro de mentiras
    Desligando minha sanidade
    Voltando-se para dentro da minha mente
    O corpo que não se levanta da sepultura
    Mostra uma nova realidade
    O que sou, o que quero
    Sou apenas pós-morte




    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Slayer

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.