Our Dying Island (tradução)

Skyclad

The Wayward Sons Of Mother Earth


Nossa Ilha Moribunda


Acordei do meu sonho - descobri meu pesadelo era real

No altar do progresso a deuses de ambição nos ajoelhamos

Nosso banco de dados divino - eles não podem nos salvar

Microchip milagrosos só nos escraviza

Os altos sacerdotes da alta finança dizem que suas ações são sá bias

Mas o nosso planeta ainda morre

Morre por falta de mais pessoas que se importam sobre os venenos

que jogamos nos mares e no ar

No entanto, felizmente ignorantes - ainda desconhecem

Nós ambicionamos para um futuro entrelaçado com desespero

Você diz: "Por que desperdiçar preocupação sobre os rios e á rvores - a que pertencem a

humanidade para explorar como desejarmos? "

Encare o fato de que a humanidade é uma doença - micróbios irrelevantes

com TV em cores

Apenas diga-me que tipo de tolo ri e encara a morte de frente?

Apenas o pior tipo de tolos (como você e eu - a raça humana)

Se nós rimos por muito tempo poderia muito bem ser o nosso epitá fio

A Mãe Terra irá rir mais alto - Ela vai ter a risada final

MAS ESPERE - o tempo chegou para percebemos

ACREDITE - a verdade nossos olhos não irão ignorar

FALE - diga: "Não é problema meu"

ENGANADO - você é parte do crime

Todos nós seguimos em frente, engolimos as mentiras - e nossa ilha morre

Deixe os computadores ditar nossas emoções - determinar a forma como deveríamos

sentir

Vire as costas para o futuro agora nossos dias estão contados

E para onde escaparemos quando esse mundo estiver saqueado?

Sua consciência: um sussurro afogado quando seu avareza chora

E a humanidade morre

Sem ventos quentes ou torres quebrando - não há nuvens de cogumelos listrados de prata

do homem mensageiro passando

Do Jardim do Eden - para a morte eterna

Como um preço alto a pagar por aquilo que tomamos sem pedir

O legado da estupidez é passado ao longo dos anos - como o nosso conhecimento

dissipando crescentemente os temores

Mas os fantasmas do passado podem reaparecer - como a aurora da

apocalipse que se aproxima em silêncio

Apenas diga-me que tipo de tolo ri e encara a morte de

frente?

Apenas o pior tipo de tolos (como você e eu - a raça humana)

Se nós rimos por muito tempo poderia muito bem ser o nosso epitá fio

A Mãe Terra irá rir mais alto - Ela vai ter a risada final

(O advento da insanidade - não há futuro para a humanidade

Você sacia à sua vaidade - ela distorce a realidade

Nos templos da indiferença saudamos os deuses da ignorância

E sacrificamos a nossa última chance - eis a morte da inocência)

MAS ESPERE - o fim está próximo por isso temos de escolher

ACREDITE - que temos tudo para perder

FALE - se palavras vazias são tudo o que nós valemos

ENGANADO - é o fim para a Mãe Terra

Todos nós seguimos em frente, engolimos as mentiras - e nossa ilha morre

Se achamos que o mundo é nossa ostra vamos certamente engasgar com a pérola

Ele é nosso por um tempo, para não respeitar, não contaminar - mas as mentes bêbadas com

o poder ainda dominam

As terras que disputamos não são nossas para poluir - nem o ar que

respiramos

Mas como veremos razão quando não podemos ver a floresta para as á rvores

Agora que temos o futuro na palma da nossa mão - coloque sua fé

Em 'Guerreiros do Arco-íris ", não castelos de areia

A ampulheta está vazia, o tempo está indo embora - então prepare suas

desculpas para o Dia do Juízo Final

Tribunal está em sessão - Mãe Natureza preside

O júri são as nossas crianças - cujos futuros temos negado

A prova conclusiva - não temos á libi

A vítima era o nosso planeta - o veredicto: MATRICÍDIO

MAS ESPERE - o tempo chegou para percebemos

ACREDITE - a verdade nossos olhos não irão ignorar

FALE - diga: "Não é problema meu"

ENGANADO - você é parte do crime

MAS ESPERE - o fim está próximo por isso temos de escolher

ACREDITE - que temos tudo para perder

FALE - se palavras vazias são tudo o que nós valemos

ENGANADO - é o fim para a Mãe Terra


Our Dying Island


I woke from my daydream--discovered my nightmare was real,

At the altar of progress to gods of ambition we kneel,

Our database deities--they cannot save us,

Microchip miracles only enslave us.

The high priests of high finance claim that their actions are wise--

But our planet still dies. . .

It dies for the want of more people who care 'bout the poisons we

pump in the seas and the air,

Yet blissfully ignorant--still unaware,

We strive for a future entwined with despair.

You say, "Why waste concern on the rivers and trees--they belong to

mankind to exploit as we please?"

Face up to the fact that mankind's a disease--irrelevant microbes

with colour T.V.s.

Tell me just what kind of fools would laugh and stare death in the face?

Only to worst kind of fools (like you and I--the human race).

If we laugh for long enough it could well be our epitaph,

Mother Earth will laugh the loudest--She will have the final laugh.

BUT WAIT--the time has come to realise,

BELIEVE--the truth our eyes will not disguise.

SPEAK OUT--to say, "It's no concern of mine,"

DECEIVED--is to be party to the crime.

We all toe the line and swallow the lies--and our island dies.

Let computers dictate our emotions--determine the way we should

feel.

Turn our backs to the future now our days are numbered,

And where will we run to when this world is plundered?

Your conscience a whisper drowned out when your avarice cries--

And humanity dies. . .

Without hot winds or tower blocks crashing--no silver-lined mushroom

clouds herald man's passing,

From the Garden of Eden--into death everlasting,

Such a high price to pay for what we took without asking.

Stupidity's legacy is passed down the years--as our knowledge

increases dispelling the fears

That the ghosts of the past may again reappear--as the dawn of the

silent apocalypse nears.

Tell me just what kind of fools would laugh and stare death in the

face?

Only the worst kind of fools (like you and I--the human race).

If we laugh for long enough it could well be our epitaph,

Mother Earth will laugh the loudest--She will have the final laugh.

(The advent of insanity--no future for humanity.

You pander to your vanity--it blinds you to reality.

In temples of indifference we hail the gods of ignorance,

And sacrifice our final chance--behold the death of innocence.)

BUT WAIT--the end is near so we must choose,

BELIEVE--that we have everything to lose.

SPEAK OUT--if empty words are all we're worth,

DECEIVED--it is the end for Mother Earth.

We all toe the line and swallow the lies--and our island dies.

If we think the world is our oyster we'll surely choke on the pearl,

It is ours for a while to respect not defile--but minds drunk with

power still whirl.

The lands we dispute are not ours to pollute--neither the air that

we breathe,

But how will we ever see reason when we can't see the wood for the trees.

Now we hold the future in the palm of our hand--place your faith

In 'Rainbow Warriors' not castles of sand,

The hourglass is empty time is slipping away--so prepare your

excuses for the Judgement Day.

Court is now in session--Mother Nature presides,

The jury are our children--whose futures we've denied.

The evidence conclusive--we have no alibi,

The victim was our planet--the verdict: MATRICIDE.

BUT WAIT--the time has come to realise,

BELIEVE--the truth our eyes will not disguise.

SPEAK OUT--to say, "It's no concern of mine,"

DECEIVED--is to be party to the crime.

BUT WAIT--the end is near so we must choose,

BELIEVE--that we have everything to lose.

SPEAK OUT--if empty words are all we're worth,

DECEIVED--it is the end for Mother Earth.


Letra enviada por Álvaro Barros

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS