Labirinto

Sioux 66


Correndo entre paredes
Não sei aonde vou chegar
Procuro um comprimido eu fujo pra algum lugar
Mente sempre ativa eu não consigo desligar

Aonde estarei quando o tempo chegar?
Você dizia a mim, o que tiver de ser será

Não consigo
Viver parado sem poder fazer nada
E eu desisto
Já que não me quer aqui
E sigo um labirinto sem fim

E enfim chegamos vivos
Não corremos mais nenhum perigo
Destinos distintos
Temos tão pouco tempo

Não consigo
Viver parado sem poder fazer nada
E eu desisto
Já que não me quer aqui
E sigo um labirinto sem fim

Não, não, não, não

Não consigo
Viver parado sem poder fazer nada
E eu desisto
Já que não me quer aqui

Não consigo
Viver parado sem poder fazer nada
E eu desisto
Já que não me quer aqui
E sigo um labirinto sem fim

Compositor: Igor Godoi

Letra enviada por Víctor Stabile

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sioux 66 no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS