São amores

Simone e Simaria


Amiga te pergunto como tem passado?
É que me falaram que estava sofrendo
Chorando pelos cantos escondendo o rosto
Ai, como uma louca, louca, louca

Comentam que você não dorme mais direito
Tudo é por causa daquele sujeito
Só tem eu amiga que estou do teu lado
Não chore mais amiga tu é linda

São amores, amores que matam
Amores que ferem, (amores que doem)
Amores que amargam
São amores, amores que enganam
Amores que ferem, (amores que doem, que amargam)

Deixa de chorar e pensa que
Algum dia alguém te dará
Toda essa fantasia
Isso e muito mais
Porque tu não está louca, louca, louca
Chega de chorar ergue essa cabeça e deixa pra lá
Quando passar o tempo vai olhar pra trás
Vai ver que estava louca, louca, louca

Promete pra mim que pelo menos tenta
Que vai se esforçar e vê se não inventa
Você vale muito mais que essa história
Saiba que isso tudo muda, muda

Você vai esquecer dessa ideia boba
E te favorecia enquanto pensava
Que talvez existisse um amor verdadeiro
Amiga você só se enganava

São amores, amores que matam
Amores que ferem, amores que doem
Amores que amargam
São amores, amores que matam
Amares que ferem, amores que doem
Amores que amargam

Compositor: Forró do Muído

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Simone e Simaria no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS