Página inicial > Velha Guarda > S > Sílvio Caldas > São Paulo Antigo

São Paulo Antigo

Sílvio Caldas


Eu hoje de cabeça inteira branca,
Contemplando com saudade,
Meu São Paulo da garoa,
Saudade de quando eu era menino,
De você tão pequenino,
Da nossa vida tão boa,
São Paulo, eu recordo aquelas noites,
De garoa muito intensa,
E intensa boêmia,
Do tempo em que o amor era negado,
Aos rapazes que trocavam, a noite pelo dia,
Saudades das noites enluaradas,
Das lindas rimas cantadas,
Dos soturnos violões,
Donzelas, que por traz dos seus vestores,
Ouviam seus trovadores,
Sob a luz dos lampiões,
E agora vendo você tão crescido,
Me vi depois de ter vivido,
Tudo que você viveu,
São Paulo, minha terra, meu orgulho,
É um pai que olha vaidoso, o seu filho que cresceu...

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sílvio Caldas no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS