Ninotchka

Sílvio Caldas


Naquela tarde sombria eu te vi,
E nem sei o que senti,
Naquela tarde sem me aperceber,
Eu comecei a sofrer.

Ninotchka, ninotchka,
A minha vida era tão calma,
Sem o teu olhar,
Ninotchka, ninotchka,
Agora vivo alucinado a te adorar.

Abre teus braços por deus eu te peço,
Me deixa entrar no teu peito, amor,
Ninotchka, ninotchka,
Pelos teus olhos, pelos teus beijos,
Eu morro de dor.

Abre teus braços por deus eu te peço,
Me deixa entrar no teu peito, amor,
Ninotchka, ninotchka,
Pelos teus olhos, pelos teus beijos,
Eu morro de dor....

Compositor: Georges Moran / Cristovam De Alencar

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sílvio Caldas no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS