O Carpinteiro

Sergio Saas


Em direção ao calvário, ele a solta o chão
Já sem forças, cansado, pela sua missão
Ela estava em seus ombros pela segunda vez

O carpinteiro se lembra quando a pos ao chão
Já sabia que o madeiro era sua missão
Ele leva em seus ombros o peso da minha transgressão

Fez a própria cruz pra se entregar
Por amor meu Jesus escolheu me salvar
Com os braços abertos
Deu a vida pra me resgatar

Toda honra, toda gloria
A igreja dará
Ele escolheu os cravos podendo escapar
Com os braços abertos deu a vida pra me resgatar
Toda honra, toda gloria
A igreja dará
Ele escolheu os cravos podendo escapar
Com os braços abertos deu a vida pra me resgatar

Fez a própria cruz pra se entregar
Por amor meu Jesus escolheu me salvar
Com os braços abertos
Deu a vida pra me resgatar

Fez a própria cruz pra se entregar
Por amor meu Jesus escolheu me salvar
Com os braços abertos
Deu a vida pra me resgatar

Com os braços abertos
Deu a vida pra me resgatar
Com os braços abertos
Deu a vida pra me resgatar

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sergio Saas no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS