Sérgio Reis
Página inicial > Sertanejo > S > Sérgio Reis > Nó na Garganta

Nó na Garganta

Sérgio Reis

40 Anos de Estrada


Como é triste a gente ver que o amor vai indo embora
Parece um final de tarde de um domingo triste
Dá um aperto no peito e um nó na garganta
Que melhora um pouco só quando a gente vai embora

Quem não chorou por amor não conhece
A solidão da alma se o coração padece

O pior momento vem com ais um abandono
Quando o sono também resolve ir embora
Noites que nunca terminam tristes pensamentos
Que melhora um pouco só depois que a gente chora

É um perigo constante a vida de quem ama
Por um lado o amor é paz por outro lado é drama
Mata sempre de saudade quando vai embora
E melhora um pouco só depois que a gente chora

Composição: Renato Teixeira

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sérgio Reis no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS