Sérgio Reis
Página inicial > Sertanejo > S > Sérgio Reis > Boiadeiro da Manha Raiada

Boiadeiro da Manha Raiada

Sérgio Reis

40 Anos de Estrada


Eu, boiadeiro da manhã raiada
Tocando a boiada me perco no tempo
Quantas canções caminham comigo
Falando da vida me soltei na estrada

Um dia montei um cavalo paixão
Riscado de esporas seu lombo ficou
E o meu coração também foi ferido
Não foi por esporas, mas foi por amor
De uma mulher de olhar certeiro
Sua voz falando parecia cantar
No momento espero a vida inteira
Se fez passageira do meu caminhar

Cruzando cerrados, sertões de minh'alma
Deserto no peito a cruel descoberta
Ao vê-la sorrindo nos braços de outro
Desse amado sonho jamais despertei
Chuva de lagrimas banham seu rosto
Molhando a poeira do meus desengano
Não sei se canto, se choro, ou se morro
Fugir para sempre será minha lei

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sérgio Reis no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS