Lazaros

Sérgio Lopes

Sonhos


Que posso eu fazer? Não sei o que dizer!
Palavras não traduzem gratidão
Em meio à escuridão ouví a tua voz
De um grande pesadelo despertei
E agora peço; fica em meu coração
Serei teu servo e teu amigo, meu Senhor.

Somos tão banais
Não existe fé em nossa esperanças
Quando em nossa vida é tempo de bonança
Esquecemos quem acalma o temporal
Mas na aflição
Pelos vales cujas sombras são de morte
Na escuridão das noites dessa vida... triste vida...
Somos Lázaros querendo reviver.

Compositor: Sergio Lopes

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sérgio Lopes no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS