Página inicial > Rap > S > Sem Miséria > Sem Miséria

Sem Miséria

Sem Miséria


Refrão:
É sem miséria é sem miséria
Então se liga vagabundo que a parada aqui é séria
É sem miséria é sem miséria
Então se liga vagabundo tamo junto e sem miséria

(th)

Th conjuntivite de nikity aqui no beat sem limite
O flow igual a uma dinamite hip hop reggae hippie
Só moleque storm kid no carrinho de switch
Na prancha em cima do lip se é na rima só nos flip
Slack line back flip tranquilão sem bad trip
Bombando um som de elite vagabundo acredite
Só alcança quem persiste boto o dedo médio em riste
Se você quer me ver triste,
Desiste por que a carcaça aqui resiste

(lm)

É sem miséria tipo uma comunidade autonoma,
Auto sustentavel anonima, em que o total é igual a soma
Então toma, pela saco com a cara na lona,
Se impressiona quando vê que a verdade
Vem a tona, se emociona,
Não quero um peso mais leve,
O que eu peço são ombros mais fortes,
Só quero o que o governo me deve,
Não tô contando com a sorte,
Quero conquistar o mundo como se ele coubesse num pote,
Me diz que não pode? tá de bigode..
Tá preocupado comigo? não fode!
O amor aqui é o que torna o irreal possível,
É outro nivel, o contrario é inadimissivel,
Quero queiamr o fusivel,dos robos de carne e osso,
Causar alvoroço bem na hora do almoço,
Invadir o plantão urgente,
Mostrando que a chapa é quente, que o que temos de igual
É que todos somos diferentes,
Volto num rap influente imortalizando
Meu som alem da materia, sou m c l m vida longa e sem miséria!

(yuri green)

Prazer yuri green, sem miseria com os amigos,
Te digo a união espanta o perigo, repele os inimigos
Pra otário eu nem ligo, esqueça do seu próprio umbigo
Pro seu mundo colorido eu so vitiligo
Descolorindo o seu deus de papel
Independente de inferno ou de céu
Quem amarga o fel um dia provará do mel
A vida te da chance de aprender ela não é cruel
Você que se coloca no banco do réu
Porque o político que só ferra o povo
A gente não da um lição pra não fazer de novo
Ao invés disso ele se elege como se fosse novo
No meio desse picadeiro nós somos o bozo
Mas o fogo no circo pode gera gentileza
No meio dessa imundice se encontra a beleza
Percepção e destreza pra ver que a natureza
Vai se revolta contra os homens de pouca grandeza

Refrão

É sem miséria é sem miséria
Então se liga vagabundo que a parada aqui é séria
É sem miséria é sem miséria
Então se liga vagabundo tamo junto e sem miséria

(lm)

Eu vim pra causar o terror, de político safado,
Policial viciado, delegado vendido e contrato mal formulado,
Contra o crack e as merda do usa
O reporter enganado ou enganando eu nunca sei!
Vai saber, nunca vi a cara de quem tá mandando
Mas eu tô mandado, pau mandado
Eu nunca fui então venho mudando,
A cabeça de quem corre pra frente,
Com o foco no futuro e as decisões no presente,
Eu dou valor ao amor e qualquer coisa que se sente,
Tristeza, alegria, raiva e até a ira de repente,
Pras pedras que não sentem nada,
Deixo a mesma palhaçada, que elas sempre escutaram,
Meu sons reais é pra quem é mais do que os que só tentaram,
E me julgaram como tolos, sem saber que os lobos somos todos,
A policia aqui passa o rodo,pro governo eu sempre me fodo,
Malandrão eu nunca fui, mas também não sou nenhum bobo,
E as gatas inteligentes que me escutam diz que igual nunca viu,
As gostosas olham pra mim,
Mostram a lingua e mexem o quadril,
Foi a gata quem pediu:
"toca sem miséria ai ou vai pra p*tá que paril"

(yuri green)

Irmão não siga a cabeça, siga o coração
Mas a emoção é mais confusa do que a razão
O que eu faço então, procuro a meditação
Pra busca o equilíbrio e também a fusão
Sei que todos as metas alcançarão
Se gastar com foco o que gasta com reclamação
Porque essa alcatéia, é sem miséria de ideia
Coletivo de colméia, abitolado na sua função
Na propagação dessa viagem interação
E sinceridade sempre mensageiro da verdade,
Vivida na minha vida enlouquecida
Pelo ritmo e percepção dessa batida
Tenta mas não me limita, pela saco nem me irrita
Vive de mente aflita, se complica na hora dessa escrita
Se agita, acalme-se e então reflita
Quem enxerga o próprio campo só prejudica a vista

(th)

É sem miséria na batida nessa sina
Nessa saga, rock dub rap ragga
Gandhi martin che guevara, a todos os caras
Que fizeram a minha vida ser assim
Me inspirando nos amigos que também se inspiram em mim
Canto o encanto com candeia e levo de qualquer maneira
Não de maneira qualquer porque a rima é de primeira
Bota uma faixa amarela com o nome de todas elas
Na entrada da favela hoje tem show do sem miséria
Já não tem nenhum flagrante porque está tudo na cuca
Eu sei que o mundo é um moinho e a vida muito maluca
Mas tranquilo sigo em frente deixa eu ir preciso andar
Procurando aquela batucada boa pra rimar
E mostrar um pouco do que eu vivo do que eu sinto e aprendi
Porque não é para qualquer um a responça de um mc
Honrar todas suas raizes e dar continuação
Deixar todo o aprendizado pra uma nova geração
Então melhor ficar ligado, morreu não tem volta não
Se escolheu isso para a vida tem que ser de coração
Th yuri e lm, do pontal até o leme
Vê se a perna não treme quando entrarmos em ação
Quando toca a caixa treme, isso é ssm
E esse aqui é só o começo da nossa revolução

Refrão

É sem miséria é sem miséria
Então se liga vagabundo que a parada aqui é séria
É sem miséria é sem miséria
Então se liga vagabundo tamo junto e sem miséria

Compositor: Th , Lm , Yuri Green

Letra enviada por Sem Miséria

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sem Miséria no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS