Espelho

Scalene


O fogo ascendeu
A noite iluminou
Olhos a queimar
Com a lágrima que ali ficou
E ao te ver lutar
Vejo o quão pequeno sou

A imagem no espelho é a mão
De séculos de opressão
Responsáveis pela dor

A violência branca
Velada no sistema
Civilidade falsa
Cortina de fumaça
Mata muito mais, mata muito mais
Fala que quer paz fala que quer paz
Mas é só pros seus, fala pelos seus
Mais que enraizada está

A superioridade
Um tipo de maldade
Doença bem mais grave
Vacina não vai ter
Não há neutralidade
Se nada faz já muito fez
Há quem ainda negue
Todos somos parte

Privilegio cega e dói
Aceitar que costurou
Parte do perverso véu

A negligência branca
Velada no sistema
Civilidade falsa
Cortina de fumaça
Mata muito mais, mata muito mais
Fala que quer paz, fala que quer paz
Mas é só pros seus, fala pelos seus

Mais que enraizada está
Muito mais que enraizada está

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Scalene no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS