Sandy
Página inicial > Romântico > S > Sandy > Universo Reduzido

Universo Reduzido

Sandy


Enquanto eu como, bebo
Sonho e vivo o horizonte
Os pássaros vêm e vão
Uns amigáveis, destemidos
Outros velozes, fugitivos
Como os dias que me escapam
Meio vividos pelas mãos

Eu vi centenas de céus abertos
Fechados, indecisos
Vi tormentas e eclipses
Verão, inverno, outono
Primavera da janela
Do meu universo reduzido

E vi sorrisos e suspiros
Olhos atentos e perdidos
Vi flores mortas renascerem
Vi troca de dente de filho aqui de dentro
Do meu universo expandido

E tudo vira história pra contar
Em algum momento do futuro
Que promete ser melhor ou mais escuro
E vira música pra cantar
Espremida à mão de um
Coração aflito
Que quer muito acreditar
(2x)

Nessa louca gangorra
Entre o belo e o feio
Entre a esperança e o desespero
Vivo assim
Entre a revolta e a rendição
A resilliência e a resignação

Nesses dias vividos pra dentro
Gritados pra dentro
Num espaço cada vez mais estreito
Pra encontrar a redenção

E tudo vira história pra contar
Em algum momento do futuro
Que promete ser melhor ou mais escuro
E vira música pra cantar
Espremida à mão de um
Coração aflito
Que quer muito acreditar
(2x)

Composição: Sandy, Lucas Lima

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sandy no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS