Página inicial > Sertanejo > S > Sandro César > Vazio da Saudade

Vazio da Saudade

Sandro César


Quando o coração de um homem se apaixona
Fica cego e sem juíso po sonhar demais
Quando o vejo o gosto bom da sua boca
Fica um gosto que um beijo só não satisfaz
E foi assim que aconteceu comigo e com você
Eu apressei demais o meu querer
Abrindo a porta pra felicidade
Pobre de mim, seu coração não quis saber do meu
E hoje estou chorando o seu adeus, morando no vazio da saudade
( Refrão )
Ah, se eu soubesse que esse amor seria chuva de verão
Uma folha ao vento, sem destino certo solta pelo chão
Não teria amado nem me entregado de alma e coração
Teria evitado o sabor amargo da desilusão
E foi assim que aconteceu comigo e com você
Eu apressei demais o meu querer
Abrindo a porta pra felicidade
Pobre de mim, seu coração não quis saber do meu
E hoje estou chorando o seu adeus, morando no vazio da saudade
( Refrão )
Ah, se eu soubesse que esse amor seria chuva de verão
Uma folha ao vento, sem destino certo solta pelo chão
Não teria amado nem me entregado de alma e coração
Teria evitado o sabor amargo da desilusão

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sandro César no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS