Página inicial > Folk > S > Sandrera > Vende-Se Um Coração Semi-Novo

Vende-Se Um Coração Semi-Novo

Sandrera


Eu tô vendendo um coração
Com 42 anos de quilômetros rodados
Mas que ainda pega de primeira
E mesmo não sendo de garagem
É semi-novo e bem cuidado

Eu tô vendendo um coração
Que ainda acredita na amizade
Atende telefonema de amigo
Que chora alta madrugada
Na solidão dessa cidade

Adora encontro de finais de tarde
Regado a beijo e muito afago
Sentindo o cabelo pingar nas costas
Com cheiro de banho tomado

E no vazio do meu peito
Vou instalar um cifrão
E com muita grana e vaidade
Vou bancar minha ilusão

E por entre shopping e vitrines
No templo do consumo eu me consumo
Dentro do carro com ar-condicionado
Vou ser perfeito, surdo e mudo
Vou ser perfeito, cego, surdo e mudo


Eu tô vendendo um coração
Mas dispenso curiosos
Dinheiro na mão, calcinha no chão
Feito o que eu li numa revista de ricos e famosos

Eu tô vendendo um coração
Emplacado e semi-novo
Com entrega em domicílio
Via sedex rapidinho
Bem lacrado e embalado

E a quem interessar possa
É tudo tão seguro, tão ágil
Vai com adesivo colado na caixa
Escrito que é frágil
Meu coração e semi-novo e frágil
Meu coração tem um adesivo de frágil
E no vazio do meu peito
Vou instalar um cifrão
E com muita grana e vaidade
Vou bancar minha ilusão

E por entre shopping e vitrines
No templo do consumo eu me consumo
Dentro do carro com ar-condicionado
Vou ser perfeito, surdo e mudo
Vou ser perfeito, cego, surdo e mudo

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sandrera no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS