Página inicial > Folk > S > Sandrera > Coração Afoito

Coração Afoito

Sandrera


Meu coração tem o peso de uma pena cinza imensa
Está trancado pra invejas e ofensas
Escancarado pra viver sem desavenças

Esse meu coração quer sempre um amigo do meu lado
Pra gargalhar e bater um papo furado
Sobre tudo que é simples e banal

Quer as crianças protegidas de todo mal
Quer sempre mudar as manchetes do jornal
E que as pessoas morram só de morte natural

O meu coração não tem tramela e nem porta
Mas se abre e se fecha não entendo e não me importa
Está sempre trancado pra inveja e discórdias
Escancarando pros amigos sem vassoura atrás da porta

Meu coração
Esse meu coração

O meu coração está sempre apressado pra viver
DóI e sente a falta do que eu não sei do que
E só acalma se levo pra você

Esse meu coração me encharca os olhos
Quando ando nas esquinas
E vejo amor acontecendo na avenida
Num beijo de estudantes na hora da saída

Minhas mãos suam, meu corpo treme, me ferve o sangue
Minha juventude só resta um suspiro, um instante
Cadê bob dylan que me jurou forever young

Forever young
Forever young
Pra sempre
Forever young

Forever young
Forever young
Pra sempre
Forever young

O meu coração não tem tramela e nem porta
Mas se abre e se fecha não entendo e não me importa
Está sempre trancado pra inveja e discórdias
Escancarando pros amigos sem vassoura atrás da porta

Meu coração, não sei porque, bate feliz quando te ver

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sandrera no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS