Salgueiro

Sambas-Enredo 2009 (Rio de Janeiro)


O som do meu tambor ecoa... ecoa pelo ar
E faz meu coração com emoção... pulsar!
Invade a alma... alucina
É vida, força e vibração!
Vai meu Salgueiro... Salgueiro
Esquenta o fogo da paixĂŁo
Ressoou da natureza... primitiva comunicação!
Da África... dos nossos ancestrais
Dos deuses... nos toques rituais
Nas civilizaçÔes... cultura
Arte, mito, crença e cura

Tem batuque... tem magia... tem axé!
O poder que contagia... quem tem fé!
Na ginga do corpo... emana alegria
Desperta toda energia!

No folclore a herança
No canto, na dança... É festa... Ă© popular!
Seu ritmo encanta, envolve, levanta...
E o povo quer dançar!
É de lata, Ă© da comunidade
Batidas que fascinam
Esperança... social, transforma... ensina!
Ao mundo deu um toque especial
É show... Ă© samba... Ă© carnaval!

Vem no tambor da academia
Que a furiosa bateria... vai te arrepiar!
Repique, tamborim, surdo, caixa e pandeiro
Salve o mestre do Salgueiro

Compositor: Moisés Santiago, Paulo Shell, Leandro Costa E Tatiana Leite

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Sambas-Enredo 2009 (Rio de Janeiro) no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS