Porto da Pedra

Sambas-Enredo 2009 (Rio de Janeiro)


A luz da imaginação
Acende o coração e o leva a curiar
Buscar o novo é conceber
O tempo do saber, desejo de criar...
É sempre assim, o proibido traz sedução
Do início ao fim, do paraíso a tentação
Meu Tigre mostra as garras nesse jogo
E vê no fogo a chama da evolução
Pandora a esperança e o amor ôôôô
Alquimia do meu ser
Na imagem do meu criador

Um grande painel é arte
Eu traço a pincel meu estandarte
E lá do céu vem o cinzel da perfeição
Renascimento da inspiração

Como será o amanhã
Que Deus me permita ser só alegria
Aos cavalheiros da destruição
Venha a paz e a razão
Redenção na folia
O homem sonhou e um dia voou
Do gênio indomável uma nova invenção
Criança um Brasil de esperança
O mundo precisa desta salvação

Sou Porto da Pedra e não vou me calar
Eu sou curioso e quero saber
Se é bom para o mundo, se vai melhorar
É proibido por quê?

Compositor: Fábio Costa, David De Souza E André Felix

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Sambas-Enredo 2009 (Rio de Janeiro) no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS