Imperatriz Leopoldinense

Sambas-Enredo 2009 (Rio de Janeiro)


Vem curtir bom samba, pode chegar
Tem batuque de tan tan
Um cavaquinho a chorar
Quem Ă© do bairro nasceu com o dom de versar...
Ramos! Numa fazenda foi que tudo começou
E sobre trilhos o destino aqui parou
Fez o progresso entĂŁo chegar
Ruas, casarĂ”es, mariangĂș banhos de mar
Nos carnavais ranchos e blocos vĂŁo mostrar
Que em nossas veias correm notas musicais
Trazendo paz e harmonia, paixĂŁo e razĂŁo de viver
Maestro e menestréis vem conhecer

VĂŁo se encontrar
Vila-Lobos, Pixinguinha e outros bambas
A semente germinou
Do recreio entĂŁo brotou
Nossa escola de samba

Vai virar cenĂĄrio de novela
Vem comigo reviver, fala Martin CererĂȘ...
O grito de campeĂŁo vem
Arlindo, o que Ă© que a Bahia tem
Com Lamartine Ă©s a mais bela
Liberdade, liberdade na Passarela
E pra cantar o nosso orgulho a nossa emoção
Mais cinco vezes o Ă© campeĂŁo
Na Leopoldina ecoou
Imperatriz, traz o Fundo de Quintal
Com o Cacique eu vou, eu vou
Cinquenta anos de carnaval

A festa vai começar, eu vou mostrar
Que faço samba também, vem ver meu bem
Se vocĂȘ fala de mim, nĂŁo sabe o que diz
Muito prazer! Eu sou a Imperatriz!

Compositor: Carlos Kind, Di Andrade, Valtencir, Jorge Arthur E Josimar

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Sambas-Enredo 2009 (Rio de Janeiro) no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS