• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    [Chullage]
    Yo, não quero comparações com o 007,
    apoiamos as vertentes, tudo de bom ????/
    Esta missão não é secreta, podem vir,
    todos, apoiamos nesta corrida sem meta, s'invocamos/
    Invocamos por amor como se fosse uma missão,
    espalhando hardcore, agradeço a todos aqueles/
    Que batem palmas, aqueles que têm vergonha,
    estão aqui ao nosso lado pois aqui no nosso meio/
    Não há competições, mas bem lá no fundo,
    somos todos guardiões, cada um co'a sua zona, mas unidos/
    Essa merda vai à tona, aqui os quatro,
    correntes tão poderosas como quadros do Miguel Ângelo e o Picasso/
    A humildade reina, mas sabes quem vê bem,
    somos todos "Guerrilheiros do Hip Hop" na Tuga/
    00 Hip-Hop, aliança será forte,
    sobre tudo e todos aqueles que nos querem banir/
    Abaixem vossas defesas, Hip Hop nacional,
    pronto a consumir, sabes bem que tens/
    O meu apoio pois ajudo quem me chama,
    não há otário qu'apague a nossa chama/

    [Sam The Kid]
    Ayo, primeira missão, dar educação à cultura,
    procurando atenção sem qualquer tipo de censura/
    Co'o Rap em ascensão, missão agora é vigilância,
    banalizá-lo é tirar-lhe toda a importância/
    Por isso eu o protejo e dou-lhe a minha segurança,
    massificação traz o dia qu'a arte cansa/
    Dança, parte em cima ou no chão,
    yo lança, a tua rima, morre leão/
    Ponho tusos em intrusos que cometem abusos,
    reclusos sem parafusos à procura de luzes/
    Qu'iluminam uma sala vazia, silenciosa,
    querendo recitar poesia, só oiço prosa/
    Goza, mas marca bem tua posição,
    gente famosa, não é só quem tá na televisão/
    Ao serviço do Hip Hop, a maior das majestades,
    weaks qu'abandonam nunca deixam saudades/
    Somos todos diferentes, a gente ????? secretos,
    ouvimos ecos de palavras, moves e scratch/
    Qual é a diferença? É qu'esta é nossa crença,
    Rimar pa quem pensa, quem pode e quem tem licença/

    [Biggy]
    Ohh
    Yo yo
    GMS
    uh
    00 Hip-Hop

    [Refrão x2]
    Yo yo, DJ (vai!), B-Boy (vai!),
    Writer (vai!), MC (vai!),
    00 Hip-Hop (vai!)...
    GMS, (Chullage, Sam The Kid).

    [Biggy]
    No M-I-C elaboro meu projecto secreto,
    de ataque surpresa, todo ????/
    Lírico veneno, por mais que se esconda,
    este mundo certamente é pequeno/
    Tou sempa a vossa trás, pronto à acabar,
    com todas hipocrisia, quem diria, qu'o/
    Movimento era ???-ciptonaria,
    ????, jogo sujo e chibaria/
    Harmonia, com muito amor se constrói,
    num segundo, há quem o destrói/
    Rapael, combinação assassina,
    combate da palavra, pro contamina/
    Chullage e Samuel, tropas aliadas,
    pronto prá chacina verbal/
    Deste fight certamente mortal,
    pois esta batalha, façam nova escolha, mais cuidado/
    Com a falha, 00 Hip-Hop, potência verbal,
    deste que se espalha, no hardcore/
    Infernal, no sistema,
    GMS, terreno altamente minado/
    Multifacetado, DJ e B-Boy,
    Writers, MC's, tropas filiados/
    Patente do Underground muito bem artilhado,
    mais uma vez destacado na missão/
    De alto risco, a gente é ???/
    Dá ao Mr. ????, a.k.a./
    ????? guardião, imortalizado,
    ao amanhecer, todos tem que ser under capital/

    [Biggy] (Darkface)
    GMS
    00 Hip-Hop
    Chullage, Sam The Kid,
    M.I.C. 2000
    (Yo, nigga vai)

    [Darkface]
    Yo, 2002 mais producivo, produtor mais produtivo,
    MC mais criativo, grafitti mais expressivo/
    DJ mais agressivo, B-Boy mais instintivo,
    No gueto mais receptivo, o sistema é interrompencivo/
    Mesmo assim, o Hip Hop está em trajecto evolutivo,
    Que sa foda o IRS, a editora, porque o preço/
    Não é tributivo, apenas para a rua contributivo,
    principalmente nutritivo, puro como o alimento/
    O homem primitivo, life from the projects,
    som ond'eu vivo, Hip Hop, 007/
    Objectivo, intercepta aqueles que já só perseguem,
    o diamante, o ouro e a prata/
    Minha música vem da rua, é pá rua qu'el'é grata,
    vida da rua, ela retrata, e esta frase está presente/
    Na mente de tod'aquele filho da puta que me contrata,
    quando o verso trata/
    A arte não tem primeiro nem segundo, nigga,
    a arte é abstracta, yo yo constata, yo yo, constata/
    népia, yo, tá feito yo,
    mais duro yo, mais duro,
    Mais duro qu'estadias em Caxias, meu santo,
    Linhó, Setúbal, ??, Montijo, exijo/
    Respeito ao meus peoples quando rimas dirijo,
    directamente às'quinas que fedem à alcoolimismo/
    Hip Hop rijo, sem exagero,
    sentimento posto no som, provo o desespero/
    De quem procura outro rumo, não desperdiço beats,
    contando quando estou no fumo, ou quando álcool consumo/
    A guerra vem aí, filho da puta, ist'é o resumo...

    [Refrão x4]
    Yo yo, DJ (vai!), B-Boy (vai!),
    Writer (vai!), MC (vai!),
    00 Hip-Hop (vai!)...
    GMS, (Chullage, Sam The Kid).

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Sam The Kid

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.