Página inicial > Forró > S > Saia Rodada > Filho do Mato

Filho do Mato

Saia Rodada


Pensando bem, meu bem, a gente não tem nada a ver
Você é princesa e traz tanta beleza eu nem sei porque
Você me dá atenção
Então escuta o que eu vou te dizer

Eu sou filho do mato
Eu venho da roça
O meu pai foi vaqueiro
Minhas mãos é grossas

Eu não sou doutor
Tão pouco engenheiro
Eu não tenho dinheiro
Só trago comigo o meu cavalo Ligeiro

Ela escorou no meu peito
E disse vaqueiro
O meu pai é doutor, advogado, engenheiro
Ele é fazendeiro
Eu não quero dinheiro
Eu só quero é você
Eu só quero é você
Eu só quero é você

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Saia Rodada no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS