Página inicial > Rock > R > RPM > Alvorada Voraz (versão 2002)

Alvorada Voraz (versão 2002)

RPM


Na virada do século, alvorada voraz,
Nos aguardam exércitos, que nos guardam da paz
Que paz !

A face do mal, um grito de horror,
Um fato normal, um êxtase de dor e medo de tudo, medo do nada
Medo da vida, assim engatilhada

Fardas e forças,
forjam as armações
Farsas e jogos,
armas de fogo
Um corte exposto
Em seu rosto amor,
e eu,

Nesse mundo assim, vendo esse filme passar,
Assistindo ao fim, vendo o meu tempo passar

Apocalipticamente, como num clip de ação
Um clic seco, um revólver, aponta em meu coração

O caso Sudam, Maluf, Lalau,
Barbalho, Sarney
e quem paga é o jornal
É a propaganda
pois nesse país
é o dinheiro que manda

Juram que não corrompem ninguém, agem assim
Pro seu próprio bem

São tão legais,
foras da lei,
Pensam que sabem de tudo,
O que eu não sei, eu sei

Nesse mundo assim, vendo esse filme passar
Assistindo ao fim, vendo o meu tempo passar

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a RPM no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS