• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Um semblante de dor
    Eu no banco dos réus
    O inferno já comemorava o veredito
    Eu não poderia me salvar
    A condenação, meu pecado então
    A morte eu teria que enfrentar
    Mas Jesus se levantou por mim
    Ele se fez réu em meu lugar
    Ele padeceu por mim
    Se entregou pra me salvar

    Tá decretado, eu fui escolhido por unanimidade
    Por Ele fui ungido
    Se o inimigo se levanta contra mim
    O meu advogado, Ele intercederá por mim
    Eu fui marcado pelo sangue de Cristo
    Justificado, como herdeiro sou
    De Suas promessas eu não abro mão
    A minha vida é Cristo consagrei meu coração

    Eu não abro mão (não)
    Da minha herança eu não abro mão
    Eu não abro mão
    Da minha salvação não abro mão

    Letra enviada por Orleans Paulino
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Rose Nascimento

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.