Invernia

Rosa de Saron

Acústico e Ao Vivo 2/3


Não sou bipolar
Não mudo a cada instante
Mas diga o que há?
Deus, o que há comigo?
Que não cesso em tentar me esconder
Que não tento nem ver
Nem ouvir passos lá fora
Aqui faz frio

Sinto-me traído por mim mesmo
Quando o reflexo do espelho não retribui
O sorriso que eu lhe dou
E se ouve sons de vidros ao chão

Cada página dessa minha vida eu virei
Agora estou sofrendo com alergias na alma
De tanto bater a poeira
E escondê-lá sob o tapete da sala

Eu sei que o erro é só meu
Sinto-me traído por mim mesmo
Não tenho síndrome de Asperger
Então por que insisto em ficar aqui
Quando poderia estar aí?

Sempre atraí-me pelo alto
Sempre fui adepto aos céus e aos milagres
Sei que isso é apenas uma fase
Uma invernia
Vai passar, eu sei
Vai passar

Compositor: Guilherme de Sá

Letra enviada por Matheusergio1

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Rosa de Saron no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS