Gandaia

Roger e Robson


Mete o dedo na sanfona, amigo sanfoneiro
Não quero ninguém parado esquentando o lugar
Bota o fogo nesse pole que eu danço primeiro
Vou bater coxa com coxa até o sol raiar

Mete o dedo na sanfona, amigo sanfoneiro
Não quero ninguém parado esquentando o lugar
Bota o fogo nesse pole que eu danço primeiro
Vou bater coxa com coxa até o sol raiar

Traz uma cachaça, um bom tira gosto na agulha e saia
A noite vai ser quente, eu quero é gandaia
Quero uma mulher que mexe gostoso com adrenalina
Tesão em adolescente, fogo de gasolina

Toca, toca sanfoneiro que o forró tá bom demais (bom demais)
Só tem solteira e descasada dando sopa no salão (tá tão bom)
Pode passar o trem das onze que eu não vou embora
Pode o galo cantar mil vezes lá fora
Que eu só arredo o pé com o sol na mão

Toca, toca sanfoneiro que o forró tá bom demais (bom demais)
Só tem solteira e descasada dando sopa no salão (tá tão bom)
Pode passar o trem das onze que eu não vou embora
Pode o galo cantar mil vezes lá fora
Que eu só arredo o pé com o sol na mão

[Roger: Aaaaii, e essa é pra gata suar
Robson: Ficar toda molhadinha
Roger: Mas de suor, hein Robson]

Mete o dedo na sanfona, amigo sanfoneiro
Não quero ninguém parado esquentando o lugar
Bota o fogo nesse pole que eu danço primeiro
Vou bater coxa com coxa até o sol raiar

Traz uma cachaça, um bom tira gosto na agulha e saia
A noite vai ser quente, eu quero é gandaia
Quero uma mulher que mexe gostoso com adrenalina
Tesão em adolescente, fogo de gasolina

Toca, toca sanfoneiro que o forró tá bom demais (bom demais)
Só tem solteira e descasada dando sopa no salão (tá tão bom)
Pode passar o trem das onze que eu não vou embora
Pode o galo cantar mil vezes lá fora
Que eu só arredo o pé com o sol na mão

Toca, toca sanfoneiro que o forró tá bom demais (bom demais)
Só tem solteira e descasada dando sopa no salão (tá tão bom)
Pode passar o trem das onze que eu não vou embora
Pode o galo cantar mil vezes lá fora
Que eu só arredo o pé com o sol na mão

Pode passar o trem das onze que eu não vou embora
Pode o galo cantar mil vezes lá fora
Que eu só arredo o pé com o sol na mão

Pode passar o trem das onze que eu não vou embora
Pode o galo cantar mil vezes lá fora
Que eu só arredo o pé com o sol na mão

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Roger e Robson no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS