The Old Walking Song (tradução)

Rivendell


A canção Andar Velha


A estrada vai sempre mais e mais

fora da porta de onde começou

E agora longe da estrada foi

deixar que os outros segui-lo que pode


A estrada vai sempre mais e mais

baixo da porta onde começou

Agora longe da estrada foi

e eu devo seguir, se eu posso!

persegui-lo com os pés ansiosos

até que se junta algum modo maior

onde muitos caminhos e recados atender

E para onde, então? Eu não posso dizer


A estrada vai sempre mais e mais

fora da porta de onde começou

E agora longe da estrada foi

deixar que os outros segui-lo que pode!

E deixá-los numa viagem novo começar

mas eu finalmente com os pés cansados

vai se voltar para a pousada iluminada

noite descanso e sono para atender


A estrada vai sempre mais e mais

baixo da porta onde começou

Agora longe da estrada foi

e eu devo seguir, se eu posso!

persegui-lo com os pés ansiosos

até que se junta algum modo maior

onde muitos caminhos e recados atender

E para onde, então? Eu não posso dizer


É um novo caminho ou uma porta secreta?

O dia virá finalmente para mim

quando eu tirar os caminhos escondidos que correr

oeste da lua e do Leste do sol


A estrada vai sempre mais e mais

baixo da porta onde começou

Agora longe da estrada foi

e eu devo seguir, se eu posso!

persegui-lo com os pés ansiosos

até que se junta algum modo maior

onde muitos caminhos e recados atender

E para onde, então? Eu não posso dizer


A estrada vai sempre mais e mais

fora da porta de onde começou

E agora longe da estrada foi

deixar que os outros segui-lo que pode

E deixá-los numa viagem novo começar

mas eu finalmente com os pés cansados

vai se voltar para a pousada iluminada

noite descanso e sono para atender


É um novo caminho ou uma porta secreta?

O dia virá finalmente para mim

quando eu tirar os caminhos escondidos que correr

oeste da lua e do Leste do sol

The Old Walking Song


The Road goes ever on and on,

out from the door of where it began.

And now far ahead the Road has gone,

let others follow it who can.


The Road goes ever on and on,

down from the door where it began.

Now far ahead the Road has gone,

and I must follow, if I can!

Pursuing it with eager feet,

until it joins some larger way,

where many paths and errands meet.

And whither then? I cannot say.


The Road goes ever on and on,

out from the door of where it began.

And now far ahead the Road has gone,

let others follow it who can!

And let them a journey new begin,

but I at last with weary feet

will turn towards the lighted inn,

evening-rest and sleep to meet.


The Road goes ever on and on,

down from the door where it began.

Now far ahead the Road has gone,

and I must follow, if I can!

Pursuing it with eager feet,

until it joins some larger way,

where many paths and errands meet.

And whither then? I cannot say.


Is it a new Road or a secret gate?

The day will come at last for me,

when I shall take the hidden paths that run

West of the Moon and East of the Sun.


The Road goes ever on and on,

down from the door where it began.

Now far ahead the Road has gone,

and I must follow, if I can!

Pursuing it with eager feet,

until it joins some larger way,

where many paths and errands meet.

And whither then? I cannot say.


The Road goes ever on and on,

out from the door of where it began.

And now far ahead the Road has gone,

let others follow it who can.

And let them a journey new begin,

but I at last with weary feet

will turn towards the lighted inn,

evening-rest and sleep to meet.


Is it a new Road or a secret gate?

The day will come at last for me,

when I shall take the hidden paths that run

West of the Moon and East of the Sun.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS