Rise Against

The Dirt Whispered (tradução)

Rise Against

Appeal to Reason


The Dirt Whispered


Ela ficou de mãos e joelhos, uma orelha contra o chão

Prendendo a respiração para ouvir alguma coisa, mas a sujeira não fez uma noite de som


Ecos de canções ainda se escondem em distantes terras estrangeiras, onde nós

Dancei só para agradar os deuses que só pedem mais, e isso vai


Mas ainda se dá a isso

Não podemos passar a vida à espera de viver


Em noites frias

Em uma oração para o amanhecer

Mas a luz do dia

Não é o que ela quer


O concreto

chama meu nome novamente

eu estou caindo

Thru as rachaduras eu escorregar


O postal diz queria que você estivesse aqui

Mas eu prefiro que eu estava lá, segurando

para as coisas simples, antes de desaparecer, é o que eu quis dizer


Mas que era então, e isso é agora

eu vou fazer isso para você de alguma forma


Em noites frias

Em uma oração para o amanhecer

Mas a luz do dia

não é o que ela quer


O concreto

chama meu nome novamente

eu estou caindo

Thru as rachaduras eu escorregar


Ela ficou de mãos e joelhos, uma orelha contra o chão

Prendendo a respiração para ouvir algo, qualquer coisa


A sujeira sussurrou: "Filho, estou voltando para casa. "


Em noites frias

Em uma oração para o amanhecer

Mas a luz do dia

não é o que ela quer


O concreto

chama meu nome novamente

eu estou caindo

Thru as rachaduras eu escorregar

The Dirt Whispered


She got down on hands and knees, one ear against the ground,

Holding her breath to hear something, but the dirt made not a Sound tonight


Echoes of songs still lurk on distant foreign shores, where we

Danced just to please the gods that only ask for more, so it goes


But still we give ourselves to this

We can't spend our lives waiting to live


On cold nights

In a prayer for dawn

But the daylight

Isn’t what/ she wants


The concrete

Calls my name again

I'm falling

Thru the cracks I slip


The postcard says wish you were here

But I’d rather I was there, holding

On to the simple things before they disappear, that’s what I meant


But that was then, and this is now

I'll make it up to you somehow


On cold nights

In a prayer for dawn

But the daylight

Isn’t what she wants


The concrete

Calls my name again

I'm falling

Thru the cracks I slip


She got down on hands and knees, one ear against the ground,

Holding her breath to hear something, anything at all


The dirt whispered, "Child, I'm coming home."


On cold nights

In a prayer for dawn

But the daylight

Isn’t what she wants


The concrete

Calls my name again

I'm falling

Thru the cracks I slip

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS