Rise Against

Re-education (through Labor) (tradução)

Rise Against

Appeal to Reason


Re-educação (por meio de trabalho)


Ao som de uma batida de coração

Ao ritmo das terríveis maquinas enferrujadas

Nós ficamos nos revirando, mas não dormimos

A cada suspiro nos tornamos ladrões

Como causas sem rebeldes

Apenas falamos e não prometemos nada


Nós rastejamos de joelhos por você

Sob um céu que não é mais azul

Nós suamos o dia todo por você

Mas nós plantamos sementes para colhermos no final

Porque às vezes sonhos não se realizam

Vamos esperar para colher o que nos é devido


Ao ritmo de uma bomba-relógio ticando

E o retumbar das sirenes vasculhando as ruas

Perseguidos como cães dos quais fugimos

Você pega até o sol raiar


Nós rastejamos de joelhos por você

Sob um céu que não é mais azul

Nós suamos o dia todo por você

Mas nós plantamos sementes para colhermos no final

Porque às vezes sonhos não se realizam

Veja agora o que eles fizeram por você


Agulhas brancas enterradas no vermelho

O motor ruge e dá

Mas nunca morre

Porque nós não vivemos

Nós apenas sobrevivemos

Nos restos que você joga fora


Eu não vou me arrastar de joelhos por você

Eu não vou acreditar nas mentiras que escondem a verdade

Eu não vou suar mais nenhuma gota por você

Porque somos a ferrugem em seus equipamentos

Nós somos os insetos em seus ouvidos

Nós rasesjamos

Nós rasesjamos

Nós rastejamos... sobre você!


Nós plantamos as sementes para colhermos no fim

Nossos dias são preciosos e tão poucos

Todos nós colhemos o que nos é devido

Um céu de juiz que não é mais azul

Trazemos a madrugada sobre os novos

Nós rasesjamos

Nós rasesjamos

Nós rastejamos... sobre você!

Re-education (through Labor)


To the sound of a heartbeat pounding away

To the rhythym of the awful rusted machines

We toss and turn but don't sleep

Each breath we take makes us thieves

Like causes without rebels

Just talk but promise nothing else


We crawl on our knees for you

Under a sky no longer blue

We sweat all day long for you

But we sow seeds to see us through

Cause sometimes dreams just don't come true

We wait to reap what we are due


To the rhythym of a time bomb ticking away

And the blare of the sirens combing the streets

Chased down like dogs we run from

Your grasp until the sun comes up


We crawl on our knees for you

Under a sky no longer blue

We sweat all day long for you

But we sow seeds to see us through

Cause sometimes dreams just don't come true

Look now at what they've done to you


White needles buried in the red

The engine roars and then it gives

But never dies

'Cuz we don't live

We just survive

On the scraps that you throw away


I won't crawl on my knees for you

I won't believe the lies that hide the truth

I won't sweat one more drop for you

'Cuz we are the rust upon your gears

We are the insects in your ears

We crawl

We crawl

We crawl... all over you


We sow the seeds to see us through

Our days are precious and so few

We all reap what we are due

A judge's sky no longer blue

We bring the dawn all over new

We crawl

We crawl

We crawl... all over you

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS