Página inicial > Sertanejo > R > Rionegro & Solimões > Temporal de Lágrimas

Temporal de Lágrimas

Rionegro & Solimões

Na Sola da Bota


Quando a saudade chega sofre o coração
A vida vira um mar de dor e solidão
O mundo é só tristeza e recordação
Felicidade presa nas garras da ingratidão

O amor vai embora
A sorte fecha o tempo
Lembrança fere a alma
O peito e o sentimento
A luz do amor se apaga
E as trevas é um tormento
Coração pede, implora, grita e chora
Sozinho tudo é sofrimento

Ref.:
Toda noite um temporal de lágrimas o rosto invade
Coração no peito pede liberdade
Pensamento aos poucos me deixando louco de saudade

Toda noite sem destino sem saber o que fazer
Eu e a solidão falando de você
Tentando entender a razão e o porque de me perder

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Rionegro & Solimões no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS