De Cara Cheia

Rionegro & Solimões

Bailão do Rionegro & Solimões


Novamente na bebida
Outra vez de cara cheia
Complicando a própria vida
Que circula em minhas veias
Novamente é madrugada
E outra vez estou na rua
Com a alma apaixonada
Perdido pelas calçadas
Somente por culpa sua
Pedir pra que eu te esqueça
Só aumenta o meu castigo
Tirar você da cabeça
Francamente não consigo
É como querer tirar
Do sol o seu calor
Depois de se apaixonar
Não é fácil superar
As marcas de um amor
Você,você
De tudo é o resumo
Reconheço e assumo
Por que fugir da verdade?
Você,você
De tudo é a razão
Amarrou meu coração
Esteio da saudade
Pedir pra que eu te esqueça
Só aumenta o meu castigo
Tirar você da cabeça
Francamente não consigo
É como querer tirar
Do sol o seu calor
Depois de se apaixonar
Não é fácil superar
As marcas de um amor
Você,você
De tudo é o resumo
Reconheço e assumo
Por que fugir da verdade?
Você,você
De tudo é a razão
Amarrou meu coração
Esteio da saudade
Amarrou meu coração
Esteio da saudade



ENVIADO POR andersonguerke@bol.com.br

Compositor: Domiciano / Rionegro

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Rionegro & Solimões no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS