• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Ô, moça namoradeira
    Lá na porteira onde o pássaro cantava
    Ô, moça namoradeira
    Lá na porteira onde o pássaro cantava
    Ela chorava, se lamentava
    Por ter perdido o amor que tanto amava
    Ela chorava, se lamentava
    Por ter perdido o amor que tanto amava

    Encontrar um príncipe
    É um dos seus planos principais
    Diria: Ei, dama, pense mais
    Uma das mentiras mais reais
    Ele corre atrás, faz um elogio
    Se te vê passar, já faz um psiu
    Ele quer manter o coração vazio
    É o plano de um macho que tá no cio
    Ela sonha com o casamento
    Antes de dormir ela sempre ora
    Podia orar por coisa melhor
    Tipo viajar pelo mundo afora
    Ela namora, namora
    Quer filhos, netos e noras
    Mas ela tomou um fora
    Que marcou
    Que nem mancha de amora

    Ô, moça namoradeira
    Lá na porteira onde o pássaro cantava
    Ô, moça namoradeira
    Lá na porteira onde o pássaro cantava
    Ela chorava, se lamentava
    Por ter perdido o amor que tanto amava
    Ela chorava, se lamentava
    Por ter perdido o amor que tanto amava

    É a rosa, ele é o cravo
    Tem louça, ela diz eu lavo
    Esquenta, mas ele gela
    Ela singela, ele é o bravo
    Ele no bar, ela na missa
    Tipo moça do lar, é submissa
    Tipo aquele cara cheio de conquista
    Foi embora faz tempo
    Hasta la vista
    Drink forte, só conforto
    Ela no fogão faz receita
    Ele é um tronco que nasceu torto
    Já diz o ditado, não se indireita
    Mas ela bota fé que resolve
    Manda um beijo, ele não devolve
    Só quando secou a fonte
    Ele viu que moiô, sumiu no horizonte

    Ô, moça namoradeira
    Lá na porteira onde o pássaro cantava
    Ô, moça namoradeira
    Lá na porteira onde o pássaro cantava
    Ela chorava, se lamentava
    Por ter perdido o amor que tanto amava
    Ela chorava, se lamentava
    Por ter perdido o amor que tanto amava

    Coração ferido, solteira
    Muitas têm marido tranqueira
    Casar tá fora de moda
    Que nem paletó com ombreiras
    Ela quer uma blusa de lã
    No frio, abraço, fogueira
    Ela quer encontrar um galã
    Estilo Antônio Bandeiras
    O seu coração é mole, apaixonadona
    É menina nova, pena que é tão cafona
    Rouba a cena quando passa toda bonitona
    Mas não é solta tipo Madonna
    Vem à tona, logo encana
    Surge alguém que te engana
    Num trinca, ó, só brinca, ó
    Com o seu coração fazem uma gincana

    Ô, moça namoradeira
    Lá na porteira onde o pássaro cantava
    Ô, moça namoradeira
    Lá na porteira onde o pássaro cantava
    Ela chorava, se lamentava
    Por ter perdido o amor que tanto amava
    Ela chorava, se lamentava
    Por ter perdido o amor que tanto amava

    Letra enviada por MARCO
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Rincon Sapiência

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.