Vida Malvada

Renato Teixeira

Maxximum: Renato Teixeira


Não sou do tipo de homem
Que empenha a palavra
Aprecio muito as estradas
Que levam a nada
Fui criado assim
Nos beirais dessa vida malvada

Eh! Vida malvada!
Aprecio muito as estradas
Que levam a nada

Sou filho de um padre caído
Banido do édem
Que pegou na pinga
E perdeu-se na vida com ela
Nunca tive sorte ou dinheiro
Eta vida malvada

Eh! Vida malvada!
Aprecio muito as estradas
Que levam a nada

Tive um amor que queria
Minha'lma domada
Deixei-o como um ladrão
Deixa a casa roubada
Mais uma fronha molhada
Eta vida malvada

Eh! Vida malvada!
Aprecio muito as estradas
Que levam a nada

Tô sempre com as malas prontas
E a mula selada
Fiz da minha vida um percurso
Alheio às moradas
O meu destino na terra
É o da rês desgarrada

Eh! Vida malvada!
Aprecio muito as estradas
Que levam a nada

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Renato Teixeira no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS