Página inicial > Pop/Rock > R > Rebeldes > Rap da Separação

Rap da Separação

Rebeldes


Esse é o rap da separação
Quando um diz sim e o outro não
Quando parece não ter solução
Quando o amor briga com a razão
Então pra que sofrer
Pra que chorar
Pra quê?
Pula essa parte vamos fazer arte

Beijo paz e amor
Desejo mel e flor

Posso dizer o que eu acho
Ou só tenho direito de ouvir o esculacho?
Eu abri meu coração pra ela
O meu amor virou canção e era bela
Eu achei, me enganei. eu errei, vacilei
De te amar me entregar me doar

Eu sonhei com um mundo encantado
Me iludi eu fiz tudo errado
Dei valor demais pra um gesto
Eu simplesmente esqueci todo resto
Como eu me detesto, será que eu não presto?

Em troca pela minha inspiração
Tanto amor eu coloquei naquela canção
Minha paixão amassada rejeitada
Jogada no chão frio da sala
Meu coração se cala
Agora me diz o que foi que fiz?
Eu não tenho razão eu te devo perdão?

Confesso que eu estava errada
Só peço pra ser escutada
Mereço ao menos a ser levada em consideração
E não me diga não

Ei Pedro dá uma chance?
Mais uma chance pra esse romance
Mais uma chance pra esse romance
Só mais uma chance pra esse romance

Diz aí Alice diz o que você me disse
Manda o seu recado fala ao seu lado

Eu sei que errei eu admito não te critico
Mas acredito que o amor supera tudo, que sofrer é um absurdo
Quando a gente se ama a gente releva
Pedro me leva

Leva, releva e leva logo ..
Chata.. ei,

Perdoar não é tão simples assim
Alguma coisa morreu em mim
Já te pedi perdão, rasguei meu coração
Eu dei nas suas mãos
Somos tão diferentes vou seguir em frente
É melhor pra gente
O que você quer mais o que te satisfaz
É meu sofrimento quer o meu tormento

Pedro releva vai

Esse é o rap da separação
Quando um diz sim e o outro não
Quando parece não ter solução
Quando o amor briga com a razão

Nada disso, não vou rimar coisa nenhuma
Oh eu também não vou rimar
Sem clima pra isso
Eu pedi ela em casamento ela disse que não
Ninguém perdoa isso fácil..

Casamento é uma convenção
O meu amor não cabe nisso não
Ele é livre e moderno nem grinalda nem terno
Que seja eterno
Enquanto sincero e eterno

Ok já entendi eu sou o antiquado aqui
Romantismo já era compromisso quem me dera
Ninguém doma essa fera
Eu devia é ter nascido em outra era..

Esse é o rap da separação
Quando um diz sim e o outro não
Quando parece não ter solução.

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Rebeldes no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS