La Leyenda Del Hada Y El Mago (tradução)

Rata Blanca

Poder Vivo


La Leyenda Del Hada Y El Mago


[Walter Giardino]


conta a história de um mágico

Quem uma vez em seu pranto floresta encantada

Para apesar de sua magia

não foi capaz de encontrar o amor


A lua, seu único amigo

Ele deu força para suportar

Toda a dor que eu sentia

Por muito tempo por causa de sua solidão


É ele sabia muito bem que a sua existência. Nunc

para deixar o seu destino

Se você tem de amar alguém, e você vai saber

Um vai ter que aprender a reconhecê-lo


Foi uma noite que o mago

andando na floresta eu cruzam vista

o olhar mais doce

Quem em sua vida já conheci


A partir desse momento

A fada eo mago queria ser

Apenas os dois no bosque

amar sempre e em toda parte


E o mal sempre existiu, não pode ficar

Veja muita felicidade entre duas pessoas

e atacou com seu ódio, até que a fada queda

sonho que fatídico de não sentir


passou seu castelo

mágico noite em busca do poder

Para retornar à sua fada

O seu amor, o seu olhar tão doce ontem


E eu não parar de uma vez

Procurando uma maneira de se recuperar

Uma mulher naquele dia

a floresta poderia finalmente amar


E agora você sabe o que é amor, e ele vai ter

para resistir às forças que soletram

sei que um dia o seu doce de fadas virá

E para sempre vai ficar

La Leyenda Del Hada Y El Mago


[Walter Giardino]


Cuenta la historia de un mago

Que un dí­a en su bosque encantado lloro

Porque a pesar de su magia

No habí­a podido encontrar el amor


La luna, su única amiga

Le daba fuerzas para soportar

Todo el dolor que senti­a

Por culpa de su tan larga soledad


Es que él sabí­a muy bien que en su existir

Nunca debí­a salir de su destino

Si alguien te tiene que amar, ya lo sabras

Solo tendras que saber reconocerlo


Fue en una tarde que el mago

Paseando en el bosque la vista cruzo

Con la más dulce mirada

Que en toda su vida jamás conocio


Desde ese mismo momento

El hada y el mago quisieron estar

Solos los dos en el bosque

Amandose siempre y en todo lugar


Y el mal que siempre existio, no soporto

Ver tanta felicidad entre dos seres

Y con su odio ataco, hasta que el hada cayo

En ese sueño fatal de no sentir


En su castillo pasaba

Las noches el mago buscando el poder

Que devolviera a su hada

Su amor, su mirada tan dulce de ayer


Y no paro desde entonces

Buscando la forma de recuperar

A la mujer que aquel día

En medio del bosque por fin pudo amar


Y hoy sabe que es el amor, y que tendrá

Fuerzas para soportar aquel conjuro

Sabe que un día verá su dulce hada llegar

Y para siempre con él se quedará

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS