Rashid
Página inicial > Hip Hop > R > Rashid > Abre caminhos

Abre caminhos

Rashid

Sessões Selo Sesc # 4: Rashid (Ao Vivo)


E se o Rap de alma é raro
cabe a mim não deixar ser extinto
E se o Rap de alma é raro, cabe a mim não deixar

2017 eu voltei, outro ciclo
e eu sigo tacando fogo nesse circo
Cito o que sinto desde os tempo
que o Rap só tinha espaço lá na 105
Labirinto na mente dos lek se abria
ouvindo umas track do quinto
E se o Rap de alma é raro
cabe a mim não deixar ser extinto
Pinto telas e hoje vivo delas
busco sorriso num mundo ranzinza
Trago vitórias e cores pra rua
enquanto o Dória quer deixá-la cinza
A inveja não dorme
por isso eu trampo no sapatinho e sempre sagaz
Porque os olhos da maldade
enxergam melhor aquele que se mostra demais
Então eu escrevo, escrevo, escrevo
com a malandragem que quis Cássia Eller
Obra extensa, igual Paulo Coelho
o povo que me nomeou best-seller
Minhas palavras dariam livros e mais arquivos
de minhas memórias
Só que hoje eu trabalho
pra que minhas ações
me coloquem nos seus livros de história
Meu bonde é dos preto, orgulho do gueto
fora da cela e dentro da sua tela
Mas não deixe pra ver suas raízes
só quando passar depois da novela
Entende?
De Angela Davis à Yellow Benji, de Dandara à Lampião
Cês só falam de views, views, views e eu falo de visão
Sem ego pra não provocar divisão
Esqueçam os números, pensem nas letra
Enxerguem que a única coisa de plástico na minha escrita
é minha caneta
Não é questão de ser melhor que ninguém
Melhor e pior é relativo, eu sei
Mas se eu não me esforço pra fazer o melhor
Então eu não mereço nem o seu play
Outro rei, mas hey!
Quem diga que é rei a gente já tem
Precisamos de alguém que relembre a todos moleque
que eles são reis também
E as minas são rainhas, que o Rap é machista
nois tá sabendo
Mas não é por que nasceu machista
que ele tem que continuar sendo

Outro ano, a mesma vida, os mesmos manos, novos planos
Pra vitória, arriscamos, como estamos, não dá pra ficar
Vem, que os caminhos se abrirão e eu te encontro lá!

E se o Rap de alma é raro
cabe a mim não deixar ser extinto
E se o Rap de alma é raro
cabe a mim não deixar ser extinto
E se o Rap de alma é raro
cabe a mim não deixar ser extinto
E se o Rap de alma é raro, cabe a mim não deixar

Compositor: Dj Caique

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Rashid no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS