Página inicial > Punk Rock > R > Raimundos > Gordelícia

Gordelícia

Raimundos

Cantigas de Garagem


Essa menina é uma delícia
E que delícia esse excesso de fofura
Me alucina, me fissura
Tua raba é toda dura
Enrubesce a minha cabeça é uma loucura
Eu não consigo mais parar

Toda cremosa, lambuzada e suada
Levemente temperada o teu fogo não se apaga
Sobe e desce, me judia, sento a peia
E nós chamamos de sereia
Que é pra não contrariar

Esteja onde estiver
Ela é uma classe diferente de mulher
Essa menina já virou notícia
Ela é a Gordelícia
Deixa eu te mostrar

Essa mulher não quer parar
Pegou no tranco agora aguenta
Põe lenha na fogueira e bota pra suar
Respira fundo ela quer mais
Soltando fogo pelas venta
Debaixo das coberta até o couro gastar

Toma cachaça na balada todo dia
Na segunda ela muscula pra perder sua barriga
E ela briga com a balança, a sua maior inimiga
Ela é o topo da cadeia alimentar

Calça colada com marquinha bronzeada
E o bezerro se confunde no decote da danada
Nós reboca a fogueteira, chuta a bola e cabeceia
Ela maltrata o caboclo até assar

Seja aonde for
Quando ela passa você sente o seu calor
E pro teu corpo você olha sem pudor
E na loucura você chama de meu amor

Essa mulher não quer parar
Pegou no tranco agora aguenta
Põe lenha na fogueira e bota pra suar
Respira fundo ela quer mais
Soltando fogo pelas venta
Debaixo das coberta até o couro gastar

Compositor: Digão, Canisso, Caio, Marquim

Letra enviada por Eduardo Brum

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Raimundos no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS