Página inicial > Forró > Q > Quim Barreiros > Velha Choupana

Velha Choupana

Quim Barreiros


Eu não me posso queixar
Da vida de emigrante
Mas tenho muitas saudades
Da minha terra distante
Do povo da minha aldeia
Do cheirinho ao alecrim
Nas noites de grande farra
A gente cantava assim

Choupana velha
À beira da estrada
Ai que saudades no meu coração
Choupana velha
À beira da lagoa
Que vida boa mesmo sem tostão

A gente se reunia
No café do Zé da Ponte
Dali a gente saía
Para as caçadas no monte
Hoje estou no estrangeiro
Porque o dinheiro me engana
Nunca me posso esquecer
Daquela velha choupana

Choupana velha
À beira da estrada
Ai que saudades no meu coração
Choupana velha
À beira da lagoa
Que vida boa mesmo sem tostão

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Quim Barreiros no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS