Página inicial > Q > Quem Não Sonha > Enigmas na Fita

Enigmas na Fita

Quem Não Sonha


Quem não sonha
Enigmas na fita

No fundo do ser humano quem não sonha
Em ter sua casa sua dona sua criança
Sua carreta seus manos de responça

Quem não sonha
Em poder correr livre no verde florestal
Na chácara de tantos metros
Que é só do seu quintal

E rir a cada momento que tivesse afim
E viver sempre assim
Feliz me diz que não quis quem não quer

Ganha o salário digno do trabalho
Pra abri o armário e ver
Todo tipo de alimento nutritivo

Da farinha ao fermento
Do feijão ao trigo
Verduras não faltam
Juntos com as frutas na fruteira dão pala

E ao redor da casa
Pés de acerola goiaba jambo

Ne um espaço reservado como campo
Pro meu filho e os amigos joga bola

Quer saber na real mano seria da hora
Nadar no rio mergulhar no riacho

Vendo os molequin crescendo feliz e saudável
Correndo daqui pra li e de lá pra cá

O cuidado fi pra não cai e se machuca
Levar eles pra conhecer o mar
Das praias de são salvador

E visitar os primos tios
Avó e o vô que moram no interior

Enfim ter uma vida normal e humilde
Sem querer ser chique
E pra matar o apetite
Na mesa um bom prato firme

Sem ter que pra isso
Sentir na pele rasgando o peito feito um punhal
O preconceito animal do ser humano racional

Enfim eu sonhei
Você sonhou
E nos juntos sonharemos


Com menos dias violentos com menos tormentos
Com menos sofrimentos menos, menos

Ra, rá seria massa
Se a paz rolasse nas quebradas
De manhã de tarde
De noite ai de madrugada a rá seria massa

Mais aqui é diferente as guerras são constantes
Contra isso sou persistente orgulhoso ignorante

Vida vem vida vai e nessa ida da vida lá vou eu
Santo é a justiça divina é a divina justiça de deus

Na fé é ate suspiro seriamos cego surdo e mudo
Se fossemos puros de espírito

Caminhado assim nessa longa estrada da vida
Em meias curvas subidas e decidas
Escorregadias e armadinhas

E grassas a deus estamos vivos ainda
Min. diga min. fala moço
O que se imagina do por do sol
Com a brisa suave do vento soprando no rosto

É muito loco e quantos não pensa assim
Em sair do fundo do posso
Construir uma família e ser feliz

E se sentir sempre assim
Livre, livre pra sonha livre pra voar
Pá, pá crucificaram a pomba branca da paz

A paz veio pra reinar e pra reinar guerreará
Paz tu voltarás

Quem não sonha com a oportunidade
Felicidade é a chave que transforma a vida
Se ela for querida fica ainda mais querida e colorida

Assim, um jardim de pessoas preciosas a sua volta
Ao invés de rosas uma amizade seria e sincera
Daquela nascida na dor brotada no peito
Independente da raça da cor com qualidades e defeito
Com amor não com medo

Eu sou sonhador o senhor nos amou primeiro
Deixa eu ser do meu jeito
Deixa eu cer. eu mesmo
Quem sou eu, quem eu sou?
Às vezes ate eu mesmo me desconheço

La no topo da montanha com a mente eu vou mais distante
Num lugar bem longe, além do horizonte

Retornei eis me aqui ó pátria amada mãe gentil
Brasil, brasil, bela terra pra quem tem
Quem não tem não é ninguém

E quem tira onda porque tem
Também não entrará na nova jerusalém

A paz reinara lá e lá quem perdeu ganhará
Querer não é poder, pra ter tem que sonhar

Num fundo do ser humano
Mim diz você, quem não sonha?

Eu sonhei com dias floridos e acredito nesse sonho
Periferia pede paz, paz
A paz foi pregada na cruz
E subiu com sua missão completa
E retornará pra cumprir sua missão
Ai de nos moradores de babilônia ai de nos
Nesse mundão cheio de terra
Sonhar purifica a alma e alimenta o coração
Pois da terra dela não sobrara pedra sobre pedra
Sonhar, sonhar, sonhar

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Quem Não Sonha no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS