Zoroastro

Quarto Negro


Eu sei que ela me disfarça, me poe e me tira de si
Fez do céu os seus lamentos, a mais pura e entregue devoção
Viveu a vida sob a culpa, de ter se entregado demais

Se lembra? Eu não sou frio assim

Se perdeu no seu encanto,
sem viver dia ruim
Chamou de cor os seus distúrbios, a mais pura e idiota devoção
Sob os olhos descansados,
decidiu continuar

Se lembra? Eu não sou frio assim

No teu sono mais pesado,
decidiu se afastar
Se escondeu nos teus pecados,
pra assim mesmo ficar aqui
Sob os olhos descansados,
decidiu recomeçar

Compositor: Eduardo Praça

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Quarto Negro no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS