Quarteto Coração de Potro
Página inicial > Q > Quarteto Coração de Potro > Meu canto, lua dos ventos

Meu canto, lua dos ventos

Quarteto Coração de Potro


Meu canto, lua dos ventos
Na prece santa que reza
Nas melodias sem pressa
Um canto que não tem fim
Na cifra escrita a Martin
No verso que em luz me resta
Meu canto, lua dos ventos
Na prece santa que reza

Meu canto, razão antiga
Abriga o santo dos tempos
Altar de algum pensamento
Que enluarado hoje canta
Na alma presa à garganta
Meu canto à lua dos ventos
Meu canto, razão antiga
Abriga o santo dos tempos

Meu canto é lua e poesia
Nas melodias que reza
Na prece dita sem pressa
Do meu canto por Martin
Poema que não vê fim
Se o verso é luz que me resta

Meu canto é lua e silêncio
Segredo dos pensamentos
Que envelheceram no tempo
Por uma prece olvidada
Que volta em canto de estrada
Na lua clara dos ventos
Meu canto é lua e silêncio
Segredo dos pensamentos

Meu canto, cifra e guitarra
Poema pra noite nua
Poema da voz charrua
Que reencontrei na garganta
Nos ventos das noites santas
Nas santas formas das luas
Meu canto, cifra e guitarra
Poema pra noite nua

Compositor: Lisandro Simões e Adriano Silva Alves

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Quarteto Coração de Potro no Vagalume.FM

ESTAÇÕES