Quarteto Coração de Potro

Da Minha Ibitiporã

Quarteto Coração de Potro


Aqui neste valseado vão recuerdos, mal dormidos
Rumo ao jardim florido do teu olhar, bem querer!
Que as crioulas guitarras, vão duetando por farra
Quando "afróxo" as garra, para no rancho te ver!

Valseia o coração, na cadência dos teus beijos
E o peito faz solfejos com o dedilhar do bordão
Xucra e febril paixão, da alma de campo que dança
E quando se faz lembrança, a saudade dá um tirão!

Por ser a estrelita da minha ibitiporã
Canto para ti cunhã e peço a deus que me ajude!
Pra ter pra sempre a luz dos teus olhos cor de mel
Quando encantam o céu, a refletirem no açude!

Os teus cabelos bailam com o vento pelo nhu porã
Lembrando outras manhãs que existiram por aqui
Nas noites de brilho intenso da minha linda airumã
É bem mais livre meu canto! este que entrego pra ti!

Parece que o mundo gira, tendo-te perto de mim
E neste arrodear sem fim, sorrindo minha angatu
Colho os sonhos semeados pela paz do teu caminho
Chora a cordeona baixinho ao teu som porangatu!

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Quarteto Coração de Potro no Vagalume.FM

ESTAÇÕES