Quarteto Coração de Potro
Página inicial > Q > Quarteto Coração de Potro > Curandeira Santa Fé

Curandeira Santa Fé

Quarteto Coração de Potro


A madrugada vence o tempo e esconde a luz
E eu me fiz tempo e entendo a paz olhando a cruz
Na dor de hernández tive escrito meu exílio
Na voz de osíris um clarim aos nossos filhos!

E poderiam germinar novos charruas
Na cor das luas, na ilusão que esconde a fé
E os guaranis, no memorial dos missioneiros
São gotas vivas da agonia de sepé!

Por onde andam os yupanquis - luas claras?
Por qual mistério anda o cacique tabaré?
Será que o canto de chalar era só um
Entre os cantores quinchados de santa fé?

Então eu chego novo bugre de outros templos
E trago em mim a poeira pampa de outros tempos
Sou madrugada em luz viajeira aos que acreditam
E não duvidam da riqueza destes ventos!

Cada canto novo de esperança, lua clara em voz de renascer
Vive o grito índio, curandeiro, pela voz coragem de viver!

O amanhecer é alma clara, santa-fé
Trazendo a luz, benzendo a paz, feito um pajé
É mais pampeano o índio grito do meu tempo
Amanhecida na coragem destes ventos

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Quarteto Coração de Potro no Vagalume.FM

ESTAÇÕES