Página inicial > Q > Quadra 33 > Sem Sentido

Sem Sentido

Quadra 33


Os meus remédios já não me consolam
Apenas são frascos em que afogo
A minha solidão

Já desistiram de me entender
Mas não importa porque eu também
Desisti de viver

Chorar! Não lava a minha alma
Gritar! Não recupera a minha calma
O que me acalma é proibido
Não faz sentido

Não sei! Expressar meus sentimentos
Cansei! De viver nesse tormento
O que me acalma é proibido
E não faz sentido

O tempo já tirou minha razão
A liberdade já virou prisão
Procuro a solução
E de confusa estou decidida
Não tem porque prolongar minha vida
Se não vejo saída

Chorar! Não lava a minha alma
Gritar! Não recupera a minha calma
O que me acalma é proibido
Não faz sentido

Não sei! Expressar meus sentimentos
Cansei! De viver nesse tormento
O que me acalma é proibido
E não faz sentido

Quem ler essa carta entenda o que fiz
Não fale de sonhos tentei ser feliz
Quando lembrar de mim não diga se foi
Tenho certeza não deixo saudades...
Mas não temina aqui.

Chorar não lava mais a minha alma
Gritar não recupera minha calma
Eo que me acalma é proibido.

Compositor: Bruna Cicaroli, Thiago Freire

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Quadra 33 no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS